NUNCA MAIS TEREMOS SITCOMS DE SUCESSO COMO FRIENDS?

Eu sou um grande fã de Friends, The Big Bang Theory e de sitcoms no geral. Por isso me entristece pensar que dificilmente teremos novas séries desse gênero tão boas quanto.

Vale lembrar que quando falo em sitcom, estou falando das multicâmera. Porque toda série de comédia é, por si só, uma sitcom. Essa é uma sigla que significa “Situação de Comédia“, ou seja, qualquer série de comédia.

Dentro das sitcoms temos duas classificações: sitcom “multicâmera” e sitcom de “câmera única“.

Exemplo de formato de sitcom multicâmera. Fonte: Vox.com

A Multicâmera é aquela famosa série de audiência e risadas de fundo. E tem esse nome pela quantidade de câmeras que ficam fixas posicionadas, apontadas para um cenário também fixo presente em todos os episódios sempre do mesmo lado, mas mostrado em ângulos diferentes.

Exemplo de sitcom de câmera única. Fonte: screencraft.org

Já a sitcom de Câmera Única é o estilo padrão de séries, que é como se uma única camera fosse usada e “seguisse” os personagens por qualquer cenário que ele vá, não tendo aquele cenário fixo padrão e muito menos plateia.

Há muito tempo vejo as pessoas se perguntando – e me perguntando, se esse tipo de sitcom multicâmera está com os dias contados, já que cada vez menos temos séries como essas fazendo sucesso. A última de fato talvez tenha sido The Big Bang Theory, que mesmo em sua época não havia nenhuma outra do gênero pra disputar o lugar de destaque porque simplesmente nenhuma chegava perto de ter o mesmo reconhecimento.

Em sitcom câmera única os cenários são incompletos, com divisões escondidas pelo ângulo da câmera.

Por que será que isso está acontecendo? Os tempos mudaram? Esse tipo de humor com plateia não tem mais espaço? Não acho que seja o caso, então eu trago minha teoria.

Nos últimos anos as maiores premiações de séries tem priorizado grandes produções para indicar ao prêmio de Melhor Série de Comédia e outros prêmios relacionados. Tivemos Fleabag e Schitt’s Creek, por exemplo, passando o rodo nos prêmios recentemente. Enquanto que as sitcoms de audiência sequer são cogitadas.

Fleabag (Prime Video) | Schitt’s Creek (CBC)

E vou além, nem precisa ser essas de audiência. Qualquer série de comédia que não invista hoje em uma grande produção recheada de crítica social, roteiro e fotografia impecável, provavelmente não será lembrada nem pra assistir a entrega dos prêmios.

Ao mesmo tempo que as exigências aumentaram, os críticos me parecem ter perdido a mão nas cobranças. Recentemente tivemos, por exemplo, a série Wandinha (Wednesday) da Netflix sendo indicada ao prêmio de Melhor Série de Comédia do Globo de Ouro 2023. E não sei se vocês assistiram Wandinha, mas a série é tudo, menos comédia.

Wednesday (Wandinha) | Netflix

Ainda que no próprio site da Netflix apareça o gênero cômico na lista, a classificação mostra Mistério, Crime, Fantasia e Teen em primeiro lugar. Me parece muito mais que o gênero de comédia só foi incluso para permitir concorrer às premiações, aproveitando-se de produções anteriores da Família Addams que utilizavam mais do humor mórbido.

É certo que tem momentos cômicos, mas qual série não tem? Toda série que tem uma cena engraçada já entra pra concorrer na categoria? Me parece injusto contra séries que são, assumidamente, de comédia.

Esse espaço poderia ter sido ocupado pela série Reboot da Star+ que vem fazendo sucesso, ou ainda Nossa Bandeira é a Morte da HBO Max que tem boas avaliações.

Reboot (Star+) | Our Flag Means Death: HBO Max

Ok, e o que tudo isso tem a ver com a falta de sitcoms de plateia? Tudo.

Com as premiações ignorando as sitcoms, não tem motivo pros canais e produtoras investirem alto. É mais fácil até colocar 2 ou 3 cenas engraçadas em uma série dramática já em produção e colocar no gênero de comédia pra concorrer. E sem investimento pesado as sitcoms ficam com as sobras, tendo roteiros ruins, historias rasas e nada cativantes. Logo temos cada vez menos sitcoms multicâmera, e quando temos, é sucateada.

Por isso, sem investimento correto, nunca mais teremos outro sucesso como Friends e The Big Bang Theory. Ou você acha que elas não davam retorno financeiro o suficiente pra bancar 1 milhão de dólares por episódio para o elenco?

Friends (NBC) | The Big Bang Theory (CBS)

E termino aqui com uma opinião bem impopular: as premiações consideram muito mais a direção, fotografia e outras questões técnicas do que se a série cumpre seu quesito básico, que é ser engraçada.

Pra mim tinha que vencer a série mais engraçada e ponto. O resto só serve pra desempate, como fez Ted Lasso que todo mundo dá muita risada e ainda assiste uma série bem feita. Porém se a série é linda e super bem produzida, mas não me faz rir, não é a melhor série de comédia do ano. E por isso ninguém nunca vai me convencer que Fleabag, que eu conto nos dedos as risadas que dei, mereceu ganhar os prêmios que ganhou, enquanto Brooklyn 99, que já me fez chorar de rir inúmeras vezes, nem indicação recebeu no Emmy.

Tenho outros exemplos mas encerro por aqui porque esse já vai ser o suficiente pra vocês me odiarem.

Ou Talvez eu esteja mesmo errado e seja só um chato com humor peculiar e com saudade de boas sitcoms de plateia.

Please follow and like us: